Vivendo Experiências
Inglês Espanhol Alemão Francês

ico

Vale do Paraíba Histórico

Vale do Paraíba Histórico

Especial  Brasil Rural no Vale Histórico

O Vale do Paraíba teve desde sempre, desde o Brasil Colônia, o mistério das suas serras, matas e montanhas  vivenciado por muitas gerações. A Brasil Rural, foi procurar desvendar nestas terras de  fazendas de café que forjaram a riqueza do Brasil produtivo rural uma nova experiência. 

Região de muitos povos e de muitos ideais, vamos adentrar pelos caminhos do passado e conhecer um pouco do Brasil. Do Brasil da Independência de Dom Pedro I, procurando seguir os caminhos e as trilhas da liberdade. Nestes momentos, vivenciaremos o passado em jantares especiais com ricas quituterias e saraus das senhorinhas e barões.  

Andar por trilhas que levam a cachoeiras escondidas nas matas ou mesmo experiementar a liberdade de passear livremente a cavalo perdendo a noção do tempo serão outras atividades propostas.

Entre terras de Rio de Janeio e São Paulo venha viver um pouco o Brasil Rural  

 

DATAS (sujeitas a confirmaÇÃo)

Vale do Paraíba Histórico: Rio de Janeiro e São Paulo: 02/12/2016 a 06/12/2016

TARIFA

Consulte nossos atendentes
Sem valor mínimo

DURAÇÃO

3, 5 e 7 dias
Roteiro apresentado 7 dias

OUTRAS INFORMAÇÕES

O PACOTE INCLUI: transfer in/out - aeroporto de SP ( todos aeroporto) / roteiro / aeroporto
- 6 noites ou 4 noites de hospedagem em áreas rurais com regime de meia pensão;
- passeios e atividades conforme descrito no roteiro;
- - seguro viagem.

NÃO INCLUI:
- transporte da cidade de origem SP
- bebidas e despesas de ordem pessoal.
- atividades extras a serem propostas
Verificar tarifas aéreas com nossos atendentes

Recomendamos vôos com chegada antes das 14h00 e saída após 16h00. Outros horários haverá acréscimo de valores transfers Aeroporto

CANCELAMENTOS E DEVOLUÇÕES: de acordo com a deliberação normativa nº 161 de 09 de Agosto de 1985, da Embratur
O valor em percentual a ser restituído será de:
- 90% até 31 dias do início da viagem;
- 80% de 21 a 30 dias do início da viagem;
- 0% a 80% a menos de 20 dias do início da viagem
*(BR)

Roteiros

ROTEIRO VALE DO PARAÍBA HISTÓRICO: ENCONTRO DE TERRAS DE SÃO PAULO E RIO DE JANEIRO 1o. Dia: Nosso destino experiência será em meio a natureza exuberante, de cujos cafezais saíram as maiores divisas do Brasil Rural. Nestas terras do Vale do Paraíba, será possível sentir o passado, sem deixar de viver bons momentos ofertados pela atualidade. Mas, como nosso ponto de partida será o Rio de Janeiro, cidade natureza e charme, não deixaremos esquecidos destinos como Santa Tereza, Corcovado e Arpoador. Chegada prevista até 16h00, para que assim possamos dar uma volta no Rio de Janeiro a noite, que nos oferta múltiplas possibilidades como belos jantares, e depois uma esticada as pitorescas casas de música no Bairro de Santa Tereza, ou mesmo, a simples opção de descansar, depois da descoberta que esta cidade e realmente linda. Mas, sempre lembrando que temos que reservar energia e emoção, pois estaremos no próximo dia indo ao Vale Histórico. 2º Dia. Com a saída prevista para às 10h00 horas da manhã, antes livremente, poderemos escolher dar uma volta no calçadão ou mesmo um rápido mergulho se o sol estiver brindando este momento do “Viver Rio de Janeiro”. Nosso destino é Vassouras, a cidade dos Barões de Café que guarda na memória a Casa da Hera, cercado por um belo jardim, uma parada inesquecível, pois a casa não só é por si só testemunha da riqueza gerada pelo café no século XIX, como sua senhora deixou o legado da elegância e ousadia, porém, antes iremos fazer uma pequena parada para o almoço em uma das antigas fazendas de café que encontramos no caminho, ali sua proprietária atende com quituteiras e bom gosto. Um sarau musical na hora do cafezinho, da região é claro, permite um relaxamento e descanso. Ao fim do dia, chegaremos a nosso pouso, uma fazenda produtiva que tem em seus cavalos, o orgulho local. 3º. Dia: Este é um dia de múltiplas possibilidades. Para os amantes da natureza e dos cavalos o encontro de experiências andando pelas trilhas, natureza que rodeiam a fazenda é certo, todavia a outra opção, mas não menos interessante para aqueles que não são amantes da aventura na natureza, serão feitas visita as fazendas históricas locais que contam um passado vivo de várias gerações. Após retorno à fazenda hospedeira, uma conversa com seus proprietários pessoas interessantes por natureza, pela cultura e bom humor. Almoço e pequeno descanso será o prenuncio de uma experiência inusitada que é percorrer nosso caminho para São José do Barreiro, nosso próximo pouso, ao fim da tarde. Percurso tranqüilo com paradas em locais de beleza natural,patrimonial e chegada ao nosso destino, local de arquitetura colonial espanhola única na região e inusitada com jovens anfitriões que irão providenciar conforto, bom atendimento e bem receber. 4º. Dia. O despertar nessas terras traz a sensação, de um novo recomeço, mesmo que estejamos em uma região que transpira um passado colonial carregada de lembranças das grandes mudanças como a elevação de Colônia à categoria de Reino Unido, bem como, as trilhas da Independência, ou seja, se o Brasil não nasceu aqui, conquistou sua maior idade nestas terras. Acordar tranquilamente e poder aproveitar o melhor da hospitalidade destes jovens anfitriões em um café na varanda, será nossa prioridade. Só, depois, iremos partir pela rota do ouro negro, o café, que começou a ser plantado no Rio de Janeiro, mas, como nós, seguiu a direção do Vale do Rio Paraíba, entrando em São Paulo no começo do século XIX pelas antigas rotas dos tropeiros. Neste dia uma proposta diferente para os caminhantes, fazer parte da caminhada na trilha do ouro, esta, sem dúvida, uma das mais bonitas trilhas do estado de São Paulo. A caminhada inicia-se no alto da Serra da Bocaina, com a vegetação e clima típicos da região podendo de fato chegar até litoral do Rio de Janeiro, na cidade de Mambucaba. Andaremos somente em uma parte desta trilha contemplando cachoeiras, campos, mata de araucárias e a magnífica mata atlântica. Inicialmente seguiremos de 4X4 até a entrada do Parque, faremos um percurso de quatro horas inovando com um piquenique a beira da cachoeira e retorno ao fim da tarde, pois, um dia cheio de natureza merece sim, um belo descanso. Para os que não quiserem participar da caminhada, várias são as opções, como seguir pela Estrada dos Tropeiros, antigo caminho regional, hoje a SP-068 conhecer em São José do Barreiro um pitoresco vilarejo encravado no Vale do Formoso ou mesmo visitar Fazendas Históricas com seus acervos e bem receber. 5º. Dia. Hoje é dia de tropas e tropeiros, por isso iremos em direção ao Vale Histórico, em Silveiras, localidade esta que nasceu em torno do maior ponto de encontro das tropas, no rancho dos Silveiras, Por isso, até hoje, um centro de tropeirismo. Este dia, viveremos momentos diferentes daqueles ofertados nas Fazendas Históricas de Café, cheio de luxo e requinte. Assim, vamos ao encontro das festas populares, gente da terra, feira de artesanato, natureza exuberante e, certamente, a cultura tropeira. Ficaremos andando livremente pela cidade, conhecendo seu cotidiano e fazendo compras nesta terra, que o tropeirismo virou produto de origem. Faremos um almoço meio tardio, pois nosso café da manhã na varanda deu o fôlego necessário para toda esta “andação” que nos preparou para experimentar no mais tradicional ponto de encontro dos tropeiros do século XXI, uma culinária repleta de passado. O Franguinho caipira com a típica cachaça da Bocaina abre nossos paladares, para o afogado a moda da Bocaina, feijão tropeiro, canjiquinha de milho, além dos doces, queijos e licores todos produzidos ali. Com muita chance, o mais tropeiro dos tropeiros chega junto a nossa mesa e oferece, “Vai um cafezinho”, alegremente cantarolando uns versinhos que terminam assim “um minuto estrangeiro que seu café já vem chegando”. A proposta deste cafezinho, é na verdade, estender nossa conversa, para assim, conhecermos toda a saga das famílias tropeiras, seus ranchos, vestimentas que fizeram desta gente tão rural. Um fim de tarde, um por do sol brinda nossa despedida da Serra da Bocaina com uma visão inebriante e ,assim, retornamos ao nosso pouso para termos uma noite tranqüila. Quem quiser poderá participar das atividades culturais e musicais ofertadas em outras fazendas da região, e quem somente quiser um banho relaxante,com um fugaz lanche de fim de noite acompanhado por uma taça de vinho, será bem vindo pelos nossos jovens anfitriões. 6 o.Dia A produção de café trouxe riqueza para a região do Vale do Paraíba, mas o fim deste ciclo trouxe também muita tristeza e abandono, por isso, nossa proposta será entender um pouco da alma do grande escritor do Vale, Monteiro Lobato, que no começo do século XX, escreveu “Cidades Mortas”, narrando às dificuldades enfrentadas ao fim do ciclo do ouro negro. Para isso, adentraremos no coração mais distante do Vale, Bananal cidade que traduz o Brasil e que guarda quase intacto, um pedaço do passado e da história. Passear pelo centro desta cidade, mais que reviver o passado e viver um presente, que parou no tempo, visitando a farmácia mais antiga em funcionamento do Brasil, estação de trem importada da Bélgica pelos barões do café, a igreja da matriz que é toda bordada em pó de ouro, conhecer de perto o passado escravocrata brasileiro visitando o Solar, que pertenceu ao maior traficante de escravos do Estado de São Paulo, datado entre 1840 e 1850 com 1.600 m de construção e cenários de muitas festas imperiais, além de poder experimentar doces e tortas especialidades locais, mas hoje é um dia rural com cachaçarias, fazendas com lugares pitoresco e gente interessante. Ao fim da tarde, o retornar nos permite sentar a beira da piscina com um belo copo de vinho branco, ou, na verdade, o que melhor nos apetecer e depois seremos brindados por um jantar especial, com uma culinária requintada que lembra a época do império,acompanhada por um repertório musical escolhido cuidadosamente pelos anfitriões. 7º.Dia Só nos resta acordar com a sensação de que, após estes dias de imersão no passado colonial brasileiro, nossos conhecimentos e experiências nos unem definitivamente a história do Brasil. Aqui nestas terras de Capitania, que por muito tempo, havia sido um lugar de passagem de tropeiros, bandeirantes e aventureiros, que iam em direção à rica região das Minas Gerais, e que acabou capitaneando os destinos do Brasil no século XX, pudemos vivenciarmos uma experiência intensa com mulheres surpreendentes como aquelas que abrilhantaram a Casa da Hera nos nossos primeiros dias, bem como a convivência com tantas pessoas interessantes, que até os dias atuais povoam estas terras de São José do Barreiro. Levamos saudades, mas uma saudade gostosa, daquelas de não esqueceremos. Depois do café da manhã, partiremos para nosso destino São Paulo, aeroporto de Guarulhos, mas, antes, uma parada obrigatória em Queluz. Outros aeroportos e destinos em São Paulo, poderão ser agendados. Seja sempre bem vindo ao Vale Histórico da Brasil Rural. Seguro Brasil Rural.

GALERIA DE FOTOS

VALE DO PARAÍBA VALE DO PARAÍBA  VALE DO PARAÍBA VALE DO PARAÍBA  VALE DO PARAÍBA VALE DO PARAÍBA  VALE DO PARAÍBA VALE DO PARAÍBA
 VALE DO PARAÍBA VALE DO PARAÍBA  VALE DO PARAÍBA VALE DO PARAÍBA  VALE DO PARAÍBA VALE DO PARAÍBA BRASIL RURAL BRASIL RURAL
BRASIL RURAL BRASIL RURAL BRASIL RURAL BRASIL RURAL BRASIL RURAL BRASIL RURAL BRASIL RURAL BRASIL RURAL
BRASIL RURAL BRASIL RURAL BRASIL RURAL BRASIL RURAL BRASIL RURAL BRASIL RURAL

by GUEST