Vivendo Experiências
Inglês Espanhol Alemão Francês

ico

2022 África:Cabo Verde Experiências Rurais Equestres e Naturais

2022 África:Cabo Verde Experiências Rurais Equestres e Naturais Acreditando que tudo passará. Brasil Rural lança catálogo 2022 com um universo de sensações e conhecimento na África: Cabo Verde é a terra da Morabeza Poucas vezes encontraremos um destino como este formado por pequenas ilhas com tão grande identidade. Em Cabo Verde deixe-se enfeitiçar pelo calor de quem sabe receber e pelo saber que seu povo no transmite. Venha descobrir ilhas como Sal e conhecer o destino. Ou mesmo, conhecer Fogo ilha abençoada pela natureza que cobra de tempos em tempos o poder da natureza. Cabo Verde destino que você sempre tem vontade de voltar.

 

Próximas Saídas

14/06/2022

DATAS (sujeitas a confirmaÇÃo)

Cabo Verde Um Lugar Seguro de Viver : 10/04/2021 a 18/04/2021
Cabo Verde Um Lugar Seguro de Viver : 14/06/2022 a 20/06/2022

TARIFA

Consulte nosso atendimento. Faremos gosto em lhes atender

DURAÇÃO

9 dias de roteiro

OUTRAS INFORMAÇÕES

INFORMAÇÕES GERAIS
• Localização Geográfica: África/ Cabo Verde é um Arquipélago constituído por 10 ilhas e 8 ilhéus, situado em pleno oceano Atlântico.
• A maior ilha que vamos vivenciar atividades de benchmarking é Santiago que tem sua capital a cidade de Praia. Nosso outro destino de atividades técnicas será a Ilha de Fogo, uma ilha de origem vulcânica com seu ponto mais alto o vulcão de fogo (2829 metros) não extinto. Na ilha de Sal não haverá atividades técnicas, pois somente é uma ilha de entrada e saída do arquipélago, mas cabe ressaltar que é uma ilha paradisíaca, que tem como característica ser plana e com longas praias de areias finas.
• Moeda: Moeda oficial é o escudo caboverdeano, mas a usada corriqueiramente é o EURO. Todos os cartões de crédito são aceitos./ Câmbio: Porém, faça câmbio de um pouco de escudo caboverdeano a ser efe- tuado nos bancos, aeroportos, casas de câmbio, shopping e hotel em Praia na Ilha de Santiago e também em outras ilhas
• Diferença de Fuso Horário: 3 horas de diferença/ Passaporte e Vistos: Exigido passaporte com mais de seis meses de validade (atenção). Vistos são exigidos e podem ser adquiridos nos aeroportos de entrada, bem como em contato com a Embaixada de Cabo Verde no Brasil
• Eletricidade: 220 V (plugue de entrada diferente do tipo americano) necessário levar um adaptador
• Segurança: Nossos destinos são considerados locais seguros, porém como em toda cidade é preciso atenção
• Línguas: Português e Crioulo ( interessante que cada ilha tem um crioulo bem particular)
• Um pouco de história: 1460-1500 o genovês Antonio de Noli e o português Diogo Gomes chegaram as primeiras ilhas desabitadas, mas muito bem localizadas nos caminhos das Índias e por isso começa a ser habitada.
• Clima: Tropical seco, com a temperatura média de 25 o C.
• Maio é a época da estação da seca, quando os ventos alísios sopram com maior intensidade. Comunicação por Celulares: mantém acordo de roaming com a maioria das companhias brasileiras e oferecem uma boa cobertura. Antes de sair do Brasil é necessário ativar seu Roaming Internacional com a sua operadora de celular e comunicação Internet: Em cafés e em muitos hoteis ofertada internet. Porém estaremos em áreas rurais e parques nacionais em muitos momentos, com pouco acesso.
• População: 70% da população é mestiça / crioulos. Europeus e Africanos vindos de destinos como Guiné, Senegal, Gâmbia entre outros.
• O grau de instrução e o melhor da África.
• Cabo Verde é uma República Democrática com regime multipartidário
• Religião: Maioria católicos, mas já existem outras igrejas implantadas como Igreja do Nazareno, Igreja Adventista do Sétimo Dia, assim como Mormons, As- sembléia de Deus entre outros. Há pequenas minorias mulçumanas e religiões de origem africanas espiritualistas.
• Cultura, música, dança regem os ventos destas Ilhas. Cabo Verde é um país de artistas.Grandes nomes como Cesária Évora, a diva dos pés descalços são íco- nes locais. O primeiro movimento poético cabo-verdiano teve inicio nos anos de 1890.
• Gastronomia: Cabo Verde oferece uma variada escolha gastronômica de origem do mar. O atum fresco, cozinhado em caldeirada, cebolada ou simplesmente grelhado é uma excelente alternativa A base da cozinha popular cabo-verdiana é o milho que, preparado de diferentes maneiras, acompanha, normalmente, a carne de porco, o feijão, a mandioca e a batata-doce. O mais conhecido e apreciado prato é a ‘Cachupa' - a receita nacional, emblemática de Cabo Ver- de. Não esquecer o xerém, o cuscuz e os pastéis de milho. Nas viagens para Cabo Verde não são necessários grandes cuidados de saúde sendo no entanto aconselhável levar medicamentos anti-diarreicos, repositores da flora intestinal e repelente dérmico de insetos. Apesar de não se registarem temperaturas ele- vadas o sol é intenso existindo perigo de insolações. Modere a exposição e utilize protetor solar de factor elevado. A alimentação nos hotéis e restauração, de uma forma geral, obedece a critérios sanitários exigíveis o que não impede a necessidade de algum cuidado no consumo de todos os alimentos e bebidas que integrem água na sua preparação: saladas frias, sumos diluídos e bebidas com gelo. Os alimentos devem ser bem cozinhados, incluindo os vegetais, e a fruta deve comer-se descascada. É fundamental evitar a desidratação ingerindo líquidos. Evite o consumo de água não engarrafada o que inclui a que venha a ser utilizada na higiene pessoal (nomeadamente lavagem dos dentes). Será sempre bom precaver o consumo de água de confiança, havendo para isso di- versas marcas de água engarrafada, nacional e importada /Roupas Leve roupas leves e frescas, de algodão e linho, e um agasalho para as noites e sempre chapéus de proteção solar

Roteiros

1o Dia- SAL E SANTIAGO Chegaremos de manhã na Ilha de Sal, no Arquipélago de Cabo Verde (horário local 7h10/ horário Brasil 4h10). Mas, esta é uma parada transitória pois nosso destino será a Ilha de Santiago, onde começaremos nossas atividades de Viagem Ilha de Santiago chegar a Santiago é mergulhar de cabeça e coração de Cabo Verde. Berço da nação é nesta ilha que começou o povoamento e nasceu o crioulo. É a ilha do Arquipélago que tem a paisagem mais diversificada , o seu interior é verde e montanhoso, suas costas com vilas piscatórias e áreas áridas. A Praia é o centro político e econômico do país, mas as mesmo tempo têm importantes parques naturais. Como a conexão direta para Santiago é ao fim da tarde, iremos para o Hotel Oasis Salinas Sea (ou similar), localizado na praia de Santa Maria descansar. Sal é a ilha mais antiga do arquipélago reconhecida como a “Ilha Lunar”, pois é uma ilha desértica e plana, com uma extensa praia e resorts internacionais a beira mar. Faremos check-in no hotel, com direito a descanso aproveitando suas belas praias e piscinas. Almoço incluído na diária, por volta das 13h00, pois nosso transfer para o aeroporto tem saída impreterivelmente até 16h30. Chegada prevista em Santiago para 19h30, na cidade da Praia, onde nossa empresa anfitriã local Novatur fica localizada. Nosso hotel em Praia será Hotel Oasis Praia Mar (ou similar) e chegando ao aeroporto, um transfer estará nos esperando para levar ao hotel. Noite livre. 2o Dia-SANTIAGO E FOGO Café da manhã 7h00. 7h30-8h00 pois sairemos para o aeroporto cedo para irmos a Ilha do Fogo vôo com partida as 09H00 onde começam as atividades técnicas de interpretação. Nosso Hotel será Oásis Atlântico Praiamar está situado na zona mais nobre da Cidade da Praia, a Prainha, junto às embaixadas internacionais e sobre a falésia, rodeada pelo mar. https://www.oasisatlantico.com/pt/praiamar?src=af Ilha do Fogo Chegaremos na Ilha do Fogo, uma ilha caracterizada pelo seu vulcão e pela personalidade de sua população. Lembrando que cada ilha é diferente da outra ir ao Fogo tem o objetivo de visitar um patrimônio local onde há várias atividades de natureza e aventura, bem como áreas rurais com produção de uva e café orgânicos que recebem turistas para conhece o enoturismo tecnológico e os produtos de origem como diferencial turístico. Ainda ativo, o vulcão da Ilha do Fogo é destaque como produto turístico de todo o arquipélago. Translado direto para Casa do Sol (ou similar), nossa hospedagem local, que fica em São Filipe na capital da Ilha do Fogo, mas logo depois do Check-in saída para Mosteiros/ Casa do Sol Aldeia Turística Casa do Sol é uma hospedagem que nasceu das obras da Secretaria das Missões dos Frades Capuchinhos de Piemonte que adotou São Felipe como projeto para o desenvolvimento local em prol do turismo solidário, localizado em um dos mais bonitos pontos naturais da Ilha tem boa qualidade de serviço e recepção e acomodações simples. Em Fogo há forte relacionamento operacional entre as atividades empresariais turísti- cas e a produção associada ao turismo. Além das belezas naturais, atividades de natu- reza próximas aos vulcões e qualidade de pousadas de chegam em são Filipe. A ilha do Fogo quer ver o seu café declarado como património nacional de Cabo Verde e na- tural da UNESCO. Para conhecer esta dinâmica relação de produtos de origem e turismo as 11h00 terá uma visita ao coffee-sprit cooperativa reconhecida mundial- mente, cultivando café na área montanhosa e fértil certificado internacionalmente como café orgânico. Desde o período de Cabo Verde colonial, foram várias vezes distinguidas como “o melhor café do império”, mas só atualmente há atividades de visitação turística as plantações de café e na cooperativa. Na oportunidade participare- mos de explicação técnica com especialistas locais de café. A Fogo Coffee Spirit é uma "joint venture" entre uma empresa holandesa e outra cabo-verdiana e a Associação dos Produtores do Café dos Mosteiros "Pro Café”. A em- presa tem um projeto de promover o café e o país a nível internacional, sendo res- ponsável pela colocação do café do Fogo na cadeia norte-americana Starbucks.Em 2017, foi responsável pela exportação de 11 toneladas de café para os Estados Unidos. Rússia, Japão, Holanda, Itália e Alemanha são outros países para onde o café do Fogo é exportado. 13h00 Almoço no restaurante de comida típica. Logo após conheceremos a COSPE com o projecto “Rotas do Fogo: modelo do agroturismo com reforço das orga- nizações locais do turismo rural e sustentável na ilha do Fogo”. O objectivo é promo- ver o turismo sustentável para a geração de rendimentos e a melhoria das condições socio-económicas das comunidades beneficiárias, assim como contribuir para a diver- sificação da oferta turística em áreas onde o sector é pouco desenvolvido no arquipélago, como rural, cultural, comunitário, ecoturismo, turismo activo e inclusivo. 19h00 Noite livre, pois São Felipe uma bela cidadela oferece pitorescos e pequenos restaurantes locais, bem como bares e restaurantes em hotéis e pousadas internacionais de charme. 3o Dia- 12/05 Sábado.- 07h00 Café da Manhã, Das 7h30 Hoje é o dia das atividades de reconhecimento das boas práticas de natureza e aventura. Profissionais na área de natureza e aventura nesta localidade, são conside- rados experts pelo grau de dificuldade enfrentado nas atividades ao ar livre. 08h30 sairemos para Chã de Caldeira, em direção ao vale do vulcão, para conhecer a realidade das comunidades voltadas par oferta de atividades de natureza como caminhada e espeleologia, além da produção de vitivinicultura local com almoço local. As atividades são intensas e teremos reuniões locais com empresários que recebem turis- tas internacionais para atividades de natureza. 13h30 Almoço em Chã de Caldeira/ Chã de Caldeira é uma aldeia formada por uma enorme cratera mesmo no sopé do vulcão. O seu grandioso vulcão de Fogo é o ponto mais alto de Cabo Verde com apro- ximadamente 2. 829 metros . Com uma beleza espectacular, é considerado um vulcão activo. Ponto determinado pelos amantes das atividades de aventura aquele diferente de qualquer local do mundo. Depois das mais recentes erupções 2015 aldeia come- çou a passar por muitas dificuldades e graças ao esforço das suas gentes, à sua resili- ência e ao turismo, a aldeia vai renascendo das cinzas. Por isso, o serviço de guias a turistas é uma excelente fonte de rendimentos para os habitantes da aldeia. Ao fim da tarde, nos deslocaremos para a adega cooperativa de produção de vinho orgânico onde teremos jantar e encontro com os cooperados que também atendem para o turismo. Adega cooperativa oferece hospedaria rural como opção de atividade. e será esta nossa hospedagem, pois estamos em uma região de natureza e ruralidade, e com poucas opções locais. 4o Dia-FOGO -SANTIAGO Café da Manhã 07h30 8h30-10h00 faremos uma visita as vinnhas ao redor da adega que produz vinhos de cepas tradicionais locais, de plantio orgânicos e em pleno processo de denominação de origem. 09h00-10h00 Reunião com Administrador da Adega. 11h00 almoço na Adega. Com Engo. Rosandro Monteiro abordando o funcionamento da Adega de Vi- nhos, das erupções e consequências para a população local. Projetos de cooperação com as Canárias para a certificação da origem do vinho do Fogo (VQPR) e para a criação da confraria de vinhos de Macaronésia Cabo Verde, Canárias, Açores e Madeira)/ 12h30-Translado Chã das Caldeiras para S.Filipe .15h00 voando para Santiago-Chega- da a Santiago 17H50- check-in no hotel Oasis Praia Mar (ou similar). Noite Livre em Praia de Santiago, uma capital cosmopolita mas tranquila, com várias atividades turís- ticas e de lazer. 5o Dia- SANTIAGO07h30 Café da Manhã. Este dia em Santiago. Lembrando que Cabo Verde é um destino de muitas belezas, que por muitos anos se manteve um ilustre reconhecido, por isso teve que renovar inovar e transformar graças a práticas inovadoras e diferenciadas. 13h00-17h00 O almoço cidade velha com uma degustação de pratos típicos, nomea- damente peixes pescados na hora, hortaliças locais, feijão, xerém e sobremesas de frutas tropicais ou deliciosos doces, pudins e bolos de criar água na boca e city tour pela cidade velha. City Tour Cidade Velha e visita aos museus (Amílcar Cabral, Etno- gráfico e Arqueológico) Nestes museus, terão a oportunidade de conhecer a história de libertação do povo cabo-verdiano e do herói nacional Amílcar Cabral a identidades e vivência do povo. 18h00 Visita ao centro, no Platô área mais cultural e musical da cidade de Praia, com um coquetel de boas vindas e jantar no Restaurante QUINTAL DA MUSICA. Finalizando assim este o dia voltado a cultura a música e a literatura. 6o Dia- Interior da Ilha de Santiago.Café da manhã- 07h00. 7h30 Reunião da missão técnica. 08h00 partida para o interior da Ilha de Santiago. Este dvamos reconhecer os programas sociais e culturais de desenvolvimento territorial usando a ferramenta turismo. 09h30- 12h00 visita aos programas sociais e culturais Rabelados e Rabelarte. Rabelados e Rabelarte Aldeia de Espinho Branco, perto de Calheta Rabelados são cer- tamente a comunidade mais intrigante de Cabo Verde. Comunidade que surgiu em 1940 rebelados a favor de uma tradição religiosa católica que os fez ficar um grupo único e solitário nas montanhas de Santiago. Com os anos a comunidade ficou isolada e seus jovens distantes do cotidiano, até que a artista plástica Miza resolveu adotar a cultura e arte como forma de integração de jovens rebelados na sociedade. Nascendo o projeto sócio cultural RABELARTE hoje alvo de vários programas internacionais de desenvolvimento social e com muitas inserções na mídia televisiva do mundo https:// youtu.be/qSR9H2p5gpo /13h30 almoço local 15h00 visita ao espaço Ecocentro-Darwim voltados as aulas de meio ambiente e turismo. Encontro de lideranças como o Historiador Antonio Correia e Silva. EcoCentro Centro de promoção Ecológica de Santiago na região de São Domingos. Um espaço que traz tecnologias educativas amigas do ambiente em homenagem a Darwin que passou nas proximidades, quando de suas visitas botânicas pela África. Também o espaço conta com um restaurante com um sistema de iluminação natural e, proporci- ona vistas a um belo jardim. Rusticidade e requinte em um ambiente aconchegante e inusitado https://www.facebook.com/pg/EcoCentro-Centro-de-promoção-Ecológica- 487541988095931/about/?ref=page_internal-se Noite Livre 7o Dia- SANTIAGO. Café da Manhã 08h00. Manhã livre e Transfer out do hotel Praia Mar para aeroporto de Santiago sairá as 14H00, para voo para a Ilha do Sal com embarque direto ao Brasil. Na bagagem, acumulam-se recordações. Os cheiros dos néctares, os sabores da gastronomia variada, os sons dos cantares, as paisagens a perder de vista. Para partilhar com os amigos, ficam inesquecíveis experiências e conhecimentos únicos, que estimularam os 5 sentidos e que também dão sentido a este Cabo Verde tão genuíno, tão longe e tão perto deste nosso Brasil Brasileiro. Até breve! FIM DO PROGRAMA

GALERIA DE FOTOS

CABO VERDE CABO VERDE CABO VERDE CABO VERDE CABO VERDE CABO VERDE CABO VERDE CABO VERDE
CABO VERDE CABO VERDE

by GUEST