Vivendo Experiências
Inglês Espanhol Alemão Francês

ico

Mantiqueira: Serras Rurais

Mantiqueira: Serras Rurais Nas Serras do Sul de Minas Gerais a maior riqueza são as pessoas e seus saberes, que nos envolvem através dos cinco sentidos com experiências sensoriais: ouvindo histórias, degustando quitandas, olhando a paisagem, sentindo aromas e moldando a terra. Viver as cidades nas suas memórias, nos seus tons e nas suas expressões se aventurando a ser parte da natureza. Foi assim, de mansinho, chegando com cuidado, que conhecemos as cidades que aos poucos foram se desabrochando em suas diversidades. Conversando “ao pé do ouvido”, entendendo os movimentos, conhecendo as histórias, descobrindo os segredos, vivenciando experiências singulares, andando nas montanhas, subindo serras, descendo corredeiras, saboreando quitutes e quitandas, provando licores, conhecendo produções de cachaça, aprendendo sobre meio ambiente, muitas vezes aprendendo e muitas vezes se emocionando, conhecendo a arte, ouvindo o canto dos pássaros, observando as cores da natureza, e tendo a oportunidade e a felicidade de conhecer pessoas especiais. Foi assim, em detalhes, que descobrimos que “Entre o Céu e as Serras existem muitas formas de Turistar” e as Serras do Sul de Minas nos ofertam uma viagem dos sentidos, com hospitalidade mineirim... e responsabilidade ambiental. Para Viver as Serras Rurais do Sul de Minas Gerais. É preciso aguçar Os Sentidos... Sejam bem-vindos

 

Próximas Saídas

02/02/2021

DATAS (sujeitas a confirmaÇÃo)

PELAS TERRAS DE FERNÀO DIAS : 02/02/2021 a 10/02/2021

TARIFA

Faça uma consulta
Não temos número mínimo de passageiros

DURAÇÃO

6 dias

OUTRAS INFORMAÇÕES

INCLUSO: Monitores, Água, Primeiros Socorros e transporte até o local da atividade.
INCLUSO EM ATIVIDADES DE ECOTURISMO E TURISMO DE AVENTURA: Seguro, Equipamentos, Orientações Técnicas, Lanche de Trilha, Primeiros Socorros.
NÃO INCLUSO: Hospedagem, Gorjetas, compras e alimentação extra.
CONDIÇOES: As reservas serão feitas mediante o pagamento de 50% do total do pacote sendo os 50% restantes pagos no dia do passeio ou outra condição previamente negociada entre a Operadora e o Cliente.
O QUE LEVAR: Roupas leves, Toalha, Roupas de banho, Objetos de uso pessoal, Protetor solar, Repelente, Líquido para beber, Frutas ou Cereais a gosto de cada um.
REFEIÇÃO: Alimentação proposta no roteiro sim.
ATIVIDADES INCLUSAS NO PACOTE:
1. TrilhadaPedradoMarino/PousadaCéudaMantiqueira
2. AlmoçonoOperaRestaurante(PousadaMuxarabi)
3. VisitaaoAlambiqueJJ*
4. CaféRecantodoIpê*
5. VisitaSítioQuebello*
6. FazendaFlorestaNegra**
7. VisitaeAlmoçonoSítioMandaçaia*
8. VisitaaFazendaEsperança(passeioecafé)*
9. PasseiodeTrenzinhonoRanchodosOtavianos**
10. Almoço Restaurante Lago Azul *
11. Visita ao Atelier de Arte do Mestre Lelé
12. Oficina de Geléias Sítio Azaléias ou Chá na Casa dos Beija Flores **
13. Visita a Fábrica de Doces Serra Verde *
14. Visita ao Alambique Cachaça Capela (ou opcionais Fazenda Grande*, Minas Brasil, Atelier
Cláudia Cunha e Sítio Shizen) **
15. Visita ao Café com Biscoito
16. Almoço no Último Gole **
17. Jantar no Porto do Céu
18. Trilha das Cachoeiras
19. Oficina de Geléias Exóticas - A Senhora das Especiarias
20. Visita aos Orgânicos da Mantiqueira
21.Visita ao Trutário “Truta Queda D ́Água

Roteiros

1o DIA – EXTREMA Após o café da manhã, “uma caminhada e um novo horizonte”. Na Pousada Céu da Mantiqueira além da excelente infra-estrutura de hospedagem e bem estar, em ambiente inspirador, momentos de lazer e recreação são periodicamente realizados, coordenados por profissionais experientes. Desfrutaremos o ecoturismo e a aventura nas trilhas que te levarão para o ponto mais alto da Serra do Lopo. Subida da Pedra do Marino, o acesso só pode ser feio por trilha. Lugar de fácil acesso mesmo para a 3a idade com visão parcial da cidade de Extrema e vista privilegiada da Pedra dos Cinco Dedos, Cabritos, Flores e Cume, com um guia local de Extrema. Trilha de 2 horas de duração (ida e volta) para contemplação. No caminho de volta, a recompensa é mais do que visual: o Ópera Restaurante, situado na Pousada Muxarabi, que também é uma ótima opção de hospedagem, é parada obrigatória para o almoço, onde o cheff oferece um delicioso cardápio da cozinha mediterrânea. Após o almoço a degustação de um dos mais gostosos licores de chocolate branco da região é na zona rural de Extrema, durante a visita aos Atrativos do Salto, no Alambique JJ Carvalho. “Sabores e Saberes de um Alambique” é uma atividade acompanhada pelos proprietários Juracy e Cilene, que explicam todo o processo de destilação desde a colheita da cana-de-açúcar, moagem, fermentação até a coleta e armazenamento da cachaça. Ao final da atividade são oferecidos produtos e derivados da cachaça para degustação. O café da tarde desse dia acontece também, durante a visita aos Atrativos do Salto. No Recanto do Ipê, o casal Dalva e Zambone preparam um "Café Mineiro" que consiste de um elenco de "Quitandas e Quitutes" oferecidos com uma prosa solta e alegre. “Quitandas, quitutes e outras mineirices” é um momento de reviver o antigo hábito da reunião em família e da prosa ao redor da mesa. No local o visitante poderá adquirir os produtos (bolos, geléias, pães, roscas, biscoitos...) preparados pelo casal. Ao final da atividade, como opcional no próprio Recanto, o visitante poderá vivenciar a “Dança Circular” debaixo das jabuticabeiras próximo ao Rio Jaguari. Atividade opcional do dia: O “Rafting” no Rio Jaguari oferece ao turista, com segurança e profissionalismo, 03 horas de remada em um dos rios mais fortes e técnicos do país para a prática deste esporte. São 13 km de percurso, nível de dificuldade IV e V e 05 quedas, sendo uma de até 11 metros. “A arte do Parapente” consiste em chegar mais alto do que o ponto de partida, graças a correntes ascendentes de ar quente que podem atingir até 4.000 m de altitude. Com muita responsabilidade e segurança, pilotos profissionais levam em vôo duplo os turistas que apreciam esta aventura. Um novo alambique e uma nova experiência. “Cachaça com Prosa” - um charme de Alambique acontece na Empyreo Destilaria. Mais do que visitar o alambique e conhecer toda a produção da cachaça mineira, o visitante é recebido à beira do Rio Jaguari em um espaço ideal para descanso. Esta atividade ganha um sabor especial pelo atencioso atendimento feito por Francisco e Nádia, dedicados anfitriões no prazer em receber. Durante a “Cavalgada do Salto” o turista tem a oportunidade de visitar os Atrativos do Salto, chegando até o Parque Municipal Cachoeira do Salto, equipado com playground, restaurante de comida mineira, espelho d'água para banho, jardim dos sentidos, redário e 02 pequenas trilhas com mirante. Noite livre e acomodação em Extrema ou Itapeva. 2o DIA – ITAPEVA / CAMANDUCAIA Após o café da manhã, já no município de Itapeva saímos para o “Sítio Quebello” onde encontraremos as proprietárias Nilse e Solange. Lá poderemos observar a lida com a terra na plantação de uvas, após o reconhecimento do campo, podendo então adquirir parte da produção de frutas, frangos caipira e até uma peça de artesanato produzido por elas mesmo. Seguimos para a “Fazenda Floresta Negra” e poderemos conhecer o cultivo e a colheita da Physalis com imensa dedicação, mantendo todas as características da fruta ao natural, sem perder suas propriedades nutricionais e que trazem muitos benefícios à sua saúde. É praticado o cultivo ecológico e orgânico preservando o meio ambiente aplicando as Boas Práticas Agrícolas. Além de conhecer o cultivo da Physalis vamos experimentar os seus deliciosos frutos! Entre Janeiro e Junho é possível participar da colheita levando as frutas para casa. Vamos também usufruir da presença agradabilíssima do proprietário Peter Schues e absorver dele o melhor em Boas Práticas da EcoMinas (Ass. dos Agricultores Ecológicos do Sul de Minas). Almoço será no “Sítio Mandaçaia”, na companhia de seu proprietário Raphael Comenale onde desfrutaremos do cultivo de frutas vermelhas, viveiro de trutas além de sermos agraciados com um almoço caseiro e hospitalidade mineira. À tarde desfrutaremos da vida no campo na “Fazenda Esperança”, observaremos a rotina do homem do campo numa visita ao curral para ordenha, seguido de um passeio pela propriedade, passando pela barragem da mini usina, construída pelo proprietário em 1956 para gerar energia para a Fazenda. Uma trilha de fácil acesso às margens da cachoeira da propriedade, passando por uma reserva de samambaiaçu uma planta ameaçada de extinção, e pelo Moinho de Pedra que até hoje produz fubá mimoso e quirera; Na volta ao casarão passaremos pelo monjolo seguido de um delicioso jantar com deliciosas sobremesas preparada na própria fazenda. Noite livre e acomodação na própria Fazenda ou no Distrito de Monte Verde. 5 Consulte Sempre Um Agente de Viagem Pça Prof. Maximiano Lambert, no36 – Mercado Municipal – Box 1 - Centro - Cambuí/MG Fone: 35 3431-1230 e 8444-5362 3o DIA – CAMANDUCAIA Após o café da manhã saída com destino ao povoado de São Mateus. “Do Rancho dos Otavianos à Pedra São Domingos” - um Passeio de Trenzinho acontece na peculiar companhia do casal Pedro e Rosa, que conduzem os turistas em um charmoso trenzinho puxado por um trator. Durante o percurso são visitados campos abertos e o Bosque das Bromélias, em plena mata atlântica, seguindo até a Pedra São Domingos, a 2.050 m. de altitude. Atividade opcional do dia: Para os mais interessados, o mesmo passeio pode ser feito à cavalo através de uma Cavalgada Contemplativa - Uma parada na Pedra São Domingos, vivenciando momentos de contemplação e interpretação da fauna e flora local. Em seguida, o almoço servido no Restaurante Lago Azul é uma oportunidade de apreciar a gastronomia da região, conhecida pela qualidade das trutas. Antes de se deliciar com as variadas opções de truta do cardápio, nada melhor do que conhecer de perto as “Curiosidades de um Trutário”, onde o visitante descobre o minucioso trabalho do Sr. Altair, que mostra a desova das trutas, as primeiras fases do alevino e os tanques de matriz e pesca. Após o almoço, saída com destino à Monte Verde. Na chegada check-in em hotel escolhido. Noite livre para compras nas variadas lojas de souvenires do vilarejo. 4o DIA – DISTRITO DE MONTE VERDE Após o café da manhã, o roteiro continua pelo charmoso distrito de Monte Verde. Entre as variadas opções de lazer que o destino oferece – “Entre curvas e formas - a arte em moldar”, é um momento na arte da cerâmica com o carismático e renomado Mestre Lelé. O turista tem a oportunidade de conhecer as técnicas utilizadas pelo artista ao dar curvas e formas na arte do torno ou na técnica de modelagem da cerâmica. O Atelier possui uma moderna infra-estrutura criada para modelagem da cerâmica exclusivamente para esta atividade que oferece oficinas em ocasiões especiais, além da visita se informar sobre as oficinas. Almoço em restaurante local. À tarde, seguimos para a “Oficina de Geléias EDELWEISS” no Sítio das Azaléias: Fazer uma geléia personalizada e levá-la para casa é a especialidade do Sr. Edmundo, "executivo aposentado que trocou a cidade pelo campo" que cultiva artesanalmente suas framboesas ali mesmo e as beneficia. Outras geléias também são elaboradas tais como amora, caju, damasco, kiwi, maçã com canela, maçã com gengibre, manga, morango, physalis, pimenta de cheiro e pimenta dedo de moça. No final da visita será servido no terraço do sítio, com maravilhosa vista da natureza exuberante da região, um café ou chá acompanhado por panquecas caseiras com geléias a sua escolha e/ou suco natural de framboesa. Pernoite em Monte Verde. Atividade opcional do dia: Fazenda Hotel Itapuá, um recanto de singular beleza cênica para tomar um “Chá com os Beija-flores”. Os anfitriões Rebecca e Luiz Felipe acompanham os visitantes pela trilha interpretativa das corredeiras do Itapuá. Após essa leve caminhada, é servido um charmoso chá na companhia dos atores principais: os Beija Flores. Mediante uma cartilha de identificação, o turista poderá visualizar, fotografar e contemplar as diversas espécies existentes no local. 5o DIA – CAMBUÍ/CORREGO DO BOM JESUS Após café da manhã, deslocamento para o município de Cambuí, onde faremos um breve “Rural- City-Tour”, um jeito diferente de conhecer um pouco da vida rural do município e os segredos da cidade. O roteiro começa apresentando a cidade e parte para a zona rural; conheceremos algumas dependências da Fábrica de “Doces Serra Verde”, especializada em doces de Bananas, onde o casal de proprietários Mauro e Claudia contaram suas experiências com a agricultura familiar da banana até o doce e a degustação do mesmo, sinceramente irresistível. Em seguida, visita à “Cachaça Capela” – um modelo de alambique, onde além da compra e degustação de uma das melhores cachaças do Sul de Minas, o visitante aprende todas as etapas de produção dessa legítima bebida brasileira. Atividade opcional do dia: A “Fazenda Grande” é uma agroindústria familiar localizada na zona rural de Pouso Alegre-MG e no sítio onde está localizada poderemos conhecer o cultivo e a colheita de frutas vermelhas com imensa dedicação, além de conhecer o cultivo das frutas vamos degustar seus produtos e deleitar com a paisagem do local! Durante os dias de semana é possível conhecer a Fábrica Minas Brasil. “Vestir Minas” – visita guiada à fábrica Minas Brasil apresenta ao turista todo o processo da malharia que ficou famosa pelas estampas que divulgam os destinos turísticos de Minas e do Brasil. A Visita ao “Atelier Cláudia Cunha” e Loja Patilú Acessórios, apresenta ao turista todo o processo de produção de jóias, desde a fundição, modelagem e acabamento, que se destaca pelo design e originalidade dos produtos. O passeio pela cidade continua com a visita as lojas Minas Brasil, Serras Brasil e Jujuba Carola. As atividades opcionais abaixo acontecem somente no período de maio à outubro. No Sítio Shizen – “Produção de Morango Orgânico”, o simpático casal Pedro Oda e Nokubo Oda, recebe os visitantes para não somente conhecer uma plantação de morangos, mas principalmente, refletir sobre a importância da agricultura orgânica e a nossa responsabilidade com o meio ambiente e com a saúde humana. Em seguida seguiremos para cidade do Córrego do Bom Jesus, com parada obrigatória pelo “CIT- Centro de Informações Turísticas”, próximo ao portal de entrada da cidade. Lá teremos a oportunidade de conhecer o legítimo biscoito do Córrego do Bom Jesus (Korggo com K e dois “g’s” é a pronuncia local) além da broa de milho preparado em forno de lenha, que quando sai quentinho não tem quem resista. Almoço em restaurante local chamado “Último Gole” do simpático Sr. Tião, oitenta anos bem vividos e ainda com muita disposição, onde comeremos o melhor leitão a pururuca da região acompanhado de uma variedade de pratos mineiros, “coisa de até passar mal de tanto comer”. O Restaurante é muito simples, mas a comida é maravilhosa e cada vez mais seu Tião como é chamado vai fazendo uns puxadinhos para acomodar a clientela que indicada de boca a boca se multiplica, acompanhado de uma boa prosa e de boas recordações vividas neste dia em Cambuí e Córrego do Bom Jesus. Após o almoço, viagem com destino a Gonçalves. Na chegada, check-in em hotel escolhido e noite livre. Atividade opcional do dia: Jantar no Bar e Restaurante “Porto do Céu”. Além do lugar ser super transado e cheio de particularidades lá você vai encontrar o capeletti in Brodo uma especialidade da casa de tirar o fôlego, inclusive se desejar, durante o dia você pode fazer uma oficina para conhecer e aprender o preparo do mesmo. 6o DIA – GONÇALVES Após o café da manhã, a exuberante natureza de Gonçalves nos convida para a “Trilha Circuito das Cachoeiras”. Durante o percurso de 3,5 km, passando por trechos de mata ciliar e campos abertos, o visitante tem a oportunidade de contemplar o Vale do Sertão do Canta Galo e aproveitar as águas do Rio Capivari e do Ribeirão Campestre, além das Cachoeiras do Simão e do Retiro para banho. Almoço em restaurante escolhido. À tarde, a aventura é gastronômica. A “Oficina de Geléias Exóticas” é oferecida pela A Senhora das Especiarias, acompanhada pelas proprietárias Fernanda e Brenna, que ensinam e contam as suas histórias de vida, numa boa prosa ao redor do fogão. Durante a oficina de geléias de frutas, o visitante aprende e vivencia a elaboração do produto e sua aplicação na culinária caseira. No local, o visitante pode adquirir outros produtos como chutneys, antepastos e as famosas geléias exóticas. Os saberes de Gonçalves não param por aqui, em seguida é a vez da Visita aos “Orgânicos da Mantiqueira”, um tipo de empresa com cara de associação que uniu pequenos agricultores familiares que se associaram para conseguir entrar no mercado. Sua produção é distribuída a todo país, principalmente São Paulo e Grande São Paulo. Teremos o prazer de conhecer o Cezinha e o Thana, dois produtores que dentro da agricultura familiar estão realizando seus sonhos. Atividade opcional do dia: Opção de almoço no “Truta Queda D'Água” um pequeno restaurante dentro da propriedade de Robert Marinho Gomes, conhecido como Bob que além de um Trutário bem montado também trabalha com artesanato em madeira, vale a pena conhecer e experimentar suas trutas. O “Boia-cross” nas Corredeiras do Capivari é uma atividade de aventura que dura cerca de uma hora e meia e reúne onze corredeiras. Sentado em um bote individual com equipamentos de segurança, o turista enfrenta as águas geladas do rio Capivari. Realizado na “Cachoeira dos Henriques”, o Canyoning do Vale Profundo contempla duas quedas de aproximadamente 15 metros de altura, chegando a um lago de águas cristalinas de um vale profundo. O “Trekking da Pedra Bonita” é uma caminhada interpretativa da fauna e flora local, passando por um bosque de araucárias, mata nativa, afloramentos rochosos e nascentes até o topo da Pedra Bonita, a 2120 metros de altitude. Do alto a recompensa é um dos mais belos panoramas da região na Serra da Mantiqueira. A “Oficina Brodo no Porto do Céu” é uma oficina gastronômica de comida italiana “Brodo”, repaginado pelo chefe Sérgio e sua esposa Sônia. Durante a atividade o turista aprende três receitas de uma só vez: a massa folhada, a massa de capeletti e o caldo do Brodo; podendo ainda aplicar essas receitas em outros pratos. Noite livre e acomodação em Gonçalves.

by GUEST